Theme
Temos todo tempo do mundo.
Tá vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto de agulha? Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que tô falando a verdade. Eu não minto. Vai passar.”
— Caio Fernando Abreu
Ás vezes você levanta da cama de manhã
e pensa:
eu não vou conseguir;
mas você ri por dentro
lembrando de todas as vezes que se sentiu assim.
Charles Bukowski.  (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)
373
O amor cabe até onde não tem cabimento.
Eu me chamo Antônio.  (via relevoar)

By alex currie on flickr

466
Ela gosta de Phil Collins, faz psicologia pelo mesmo motivo que leva 99% das estudantes da área a ingressar na tal ciência: queria antes se entender. Eu brinco sardonicamente, tentando imaginar onde se enfiarão seus pacientes já que ela se refugia dos problemas em cafés, às dez da noite, quase onze, papeando sobre sua infância e filmes favoritos com rapazes pobres e estranhos e metidos a escritor. Ela ri.
Gabito Nunes. (via delator)
Você merece conquistar teus sonhos, você merece dias claros, e risonhos, merece cada passo, e cada segundo, você merece o mundo.
Gabriel Elias.  (via ultimosonho)
746
Seu corpo nu só deve pertencer a quem se apaixonar por sua alma nua.
Charlie Chaplin em uma carta para sua filha.   (via velhice)
711
Chorei três horas, depois dormi dois dias. Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total. Até a próxima morte, que qualquer nascimento pressagia.
Caio Fernando Abreu.